Pastor acusado de estuprar e matar filho e enteado, perde a Advogada que deixa o caso.

By 24/05/2018Colunistas, Diversos

A advogada do Pastor acusado de estuprar e matar o filho e o enteado queimados, deixou o caso, a Dra. Taycê Aksacki, que atuou na defesa do pastor George Alves, de 36 anos, deixou o caso nesta quinta-feira 24 de maio. George Alves foi apontado pela polícia como o responsável pela morte do filho, Joaquim Alves, de 3 anos, e do enteado, Kauã Salles, de 6 anos. Dia 24 em coletiva de imprensa a polícia disse que ele estuprou, agrediu e queimou vivas as crianças.

Para quem não sabe o crime aconteceu em Linhares, na região Norte do Espírito Santo, no dia 21 de abril. Segundo o inquérito policial, George estuprou, matou e queimou ainda vivas as duas crianças.

O pastor acusado está preso temporariamente desde o dia 28 de abril por ter mudado o local do crime e feito contato com testemunhas, segundo a polícia. A Justiça decidiu prorrogar a detenção por mais 30 dias.

A advogada disse que preferia não comentar o porque estava deixando o caso ao ser questionada.

O pai do enteado do pastor, fez duras declarações, e quer ver que a justiça seja feita, veja mais nesta matéria.